Resenha: Por Lugares Incríveis



"Dois jovens prestes a escolher a morte despertam um no outro a vontade de viver.
Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los." Autora: Jennifer Niven | ISBN-13: 9788565765572 | Ano: 2015 / Páginas: 336 | Idioma: português | Editora: Seguinte | Encontre AQUI


Bem, escolhi resenhar este livro hoje por dois motivos: O primeiro é que ele é incrível, e o segundo motivo, é que ele foi premiado no Goodreads Choice Awards 2015, como Melhor Ficção YA (Young Adult) do ano, e pretendo citar aqui, por quais motivos este livro fora premiado.

Violet Markey e Theodore Finch são dois adolescentes que passam por momentos de depressão, no caso da Violet, tudo começou quando, sua irmã morre em um acidente de carro, que as duas sofreram. Ela passa a sentir-se culpada pela morte da irmã, e se distancia de todos ao seu redor. Já Finch, convive desde cedo com a violência do seu pai, e a falta de atenção de todos em sua casa, é literalmente uma bomba a explodir.

Quando os dois se falam a primeira vez, é quando Finch salva a Violet de uma queda, os dois estavam no alto da torre da escola, ela pensava em pular, mas quando quase caiu, percebeu que não era realmente aquilo que ela queria fazer, e pede segredo ao Finch. Porém, um trabalho escolar acaba reunindo os dois, os levando aos lugares incríveis de Indiana, e aproximando os dois.



Porém, com o decorrer do enredo, percebemos que os problemas do Finch são maiores do que parece, e a raiva que eu senti da mãe dele, foi somente aumentando, porque nada na minha cabeça, me permitia entender o tamanho da apatia dela, em relação ao seu filho, e a vontade de abraçá-lo foi aumentando.

Este é o primeiro livro da Jennifer Niven, e ela fez a sua estreia em chave de ouro, a narrativa é escrita de uma forma que prende o leitor do começo ao fim. Em nenhum momento me entediei, quis parar, vi algo já visto em outro livro, muito pelo contrário, do primeiro ao último capítulo, ansiava por mais, queria ler mais, saber mais, e vi somente coisas novas, e escrito realmente para chocar. Todo adolescente deve ler este livro, é um grande aprendizado. Sem contar que a forma em que o livro foi escrito, te coloca lá, no meio da estória.

A forma que o livro me chocou, nenhum outro conseguiu ainda, pois, o que mais me deixou surpresa, e indignada, foi o quanto o Finch sofria, e sua família simplesmente fechava os olhos, e não enxergava. Certas coisas, só chegaram onde chegaram, justamente por isso, por conta da apatia, da falta de atenção, e de carinho, além da série de insultos que a ele eram jogados. Eu realmente quis ser amiga dele, estudar com ele, e dizer que ele não estava só, que eu estaria ali para apoiá-lo. 

Enfim, como já disse em outras ocasiões, eu super recomendo esta narrativa, e é um dos típicos livros que dou de presente, aos que eu amo. Se tiverem a oportunidade, por favor, leiam, e se não tiverem, arrumem uma, porque vale a pena.

6 comentários:

  1. Por Lugares Incríveis está sendo muito elogiado pelo meio literário, e a prova disso é este prêmio. Confesso que não tinha interesse por esta leitura, mas aprofundando-me em sua resenha percebi as várias abordagens densas que o livro possui e a ótima narrativa da autora. Com dificuldades e superação, Por Lugares Incríveis entrou na minha lista.
    Blog: Consumidor de Sonhos | consumidordesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Acho que essa é a resenha mais positiva que li desse livro, já vi muita gente falando bem, até fiquei com vontade de ler, agora minha vontade aumentou...rsrs
    Não sabia que tinha até ganhado um prêmio, que coisa hein *-*
    Vou ver se encaixo nas minhas leituras do ano que vem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Honestamente, foi o melhor livro que li neste ano. Nenhum superou.

      Excluir
  3. Pri, infelizmente conheço gente assim e ate uma família por inteiro como a de Finch, é estranho, confuso, angustiante, você pessoas passando por essa falta e carinho e saber que você não pode supri-la, mas creio que um dia isso ira mudar. Eu amooooo livros que tenham superação, eles despertam o que há de melhor em minha e uma vontade de vencer muito grande. Já havia adicionado ele em minha lista e agora ele acabou de subir degraus em minha prioridade.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  4. Eita Priscila!
    Muitos tem considerado esse livro um dos melhores do ano.
    O tema é bem sério para ser tratado e dizem que os protagonistas se completam.
    Desejo um 2016 carregado de saúde, realizações e muito sucesso em tudo que empreender.
    “Que as conquistas no Ano Novo, cheguem na sua vida como confetes: Abundantes, Alegres e festivas...FELIZ SEMPRE!!” (Ana Marise)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Curta-nos no Facebook

Estou lendo